Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Petrobras aumenta preço da gasolina em quase 5%; entenda - Rádio Guaicuí FM 99,5

Fale conosco via Whatsapp: +55 38 997279950

No comando: MADRUGADA GUAICUÍ

Das 00:00 às 05:00

No comando: SERTÃO GUAICUÍ

Das 05:00 às 08:00

No comando: FESTA NA ROÇA

Das 05:00 às 09:00

No comando: RÁDIO REVISTA

Das 08:00 às 13:00

No comando: SAROBÁ

Das 09:00 às 13:00

No comando: PAGODE DA 99

Das 12:00 às 14:00

No comando: EXPRESSO 99

Das 13:00 às 17:00

No comando: CONEXÃO GUAICUÍ

Das 13:00 às 18:00

No comando: ARENA GUAICUÍ

Das 18:00 às 20:00

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 20:00 às 21:00

No comando: A NOITE É NOSSA

Das 21:00 às 00:00

Petrobras aumenta preço da gasolina em quase 5%; entenda

Essa nova alta será a primeira após 77 dias sem reajustes da Petrobras. A expectativa é de que o aumento acabe puxando outros produtos.

A Petrobras anunciou um aumento de quase 5% na gasolina e 8,08% no diesel. O anúncio foi feito nesta terça-feira (11/01) e os novos valores já entram em vigor nesta quarta-feira (12/01). A gasolina passará a ser vendida às distribuidoras a R$ 3,24 para cada litro. Isso representa reajuste de aumento de 4,85% e o diesel a R$ 3,61, que representa quase 9%.

Um dos vilões da inflação, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), foram os combustíveis. A gasolina, por exemplo, teve aumento geral de 47,49% em 2021, já o diesel teve aumento de 46,04% e o etanol, 62,23%. Isso deve-se muito à política de preços adotada pela Petrobras que, desde o ano de 2016, usa como parâmetro a variação de preço do barril de petróleo conforme o mercado internacional e, igualmente, através do câmbio.

Nos postos de gasolina, o mês de janeiro de 2022 começou com um recuo nos preços tanto da gasolina quanto do etanol. O diesel teve uma alta leve, mas foi sentida logo nos primeiros dias do ano. Nos próximos dias, o combustível pode voltar a ter significativo aumento. Essa nova alta será a primeira após 77 dias sem reajustes da Petrobras. A expectativa é de que o aumento acabe puxando outros produtos, a exemplo do gás de cozinha.

A Petrobras justifica que esses aumentos são importantes para que o mercado continue sendo suprido nas bases econômicas sem que ocorra um risco de desabastecimento.

Deixe seu comentário: